COMPARTILHAR

Fonte: Olhar Digital

Quando o Safari 11 chegar aos iPhones e Macs no final deste mês, o navegador da Apple virá com um recurso chamado “Intelligent Tracking Prevention”, que torna mais difícil para anunciantes rastrearem o que os usuários fazem online.

No entanto, a notícia obviamente não agradou a indústria publicitária. Segundo informações do CNET, seis grupos publicitários publicaram uma carta solicitando à Apple repensar a função, advertindo que ela “vai sabotar o modelo econômico para a internet”.

Basicamente, se os anunciantes não conseguirem personalizar os anúncios para cada pessoa de acordo com o que ela pesquisa na internet, serviços como Facebook e YouTube terão que encontrar outra forma de ganhar dinheiro.

O recurso de privacidade, por outro lado, além de proteger os usuários, aumenta a velocidade de carregamento das páginas de web, reduz o consumo de bateria e de dados 3G.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome