COMPARTILHAR

Fonte: O Globo

Dono de um dos rostos mais conhecidos no Brasil, Sergio Moro foi “disfarçado” ao jogo do Atlético-PR, na Arena da Baixada, no último domingo, contra o Fluminense.

O juiz federal, responsável por casos de primeira instância da Lava-Jato, enterrou um boné na cabeça e usava óculos escuros em meio aos demais torcedores, pelos quais foi flagrado.

Surgiu na hora, entre dirigentes e funcionários do clube, a dúvida: era mesmo Moro?

O dilema só foi resolvido graças ao sistema de biometria do estádio, pelo qual Moro teve que passar, como os demais torcedores. A identidade foi descoberta pela digital do juiz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome