COMPARTILHAR

Fonte: Dinheiro Vivo

A inovação tecnológica, a multiplicação dos dispositivos ligados à internet e o crescimento da população estão a trazer cada vez mais desafios. A pouco mais de um ano, para a entrada em vigor do novo Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), aplicável a partir de 25 de maio de 2018, consumidores e organizações estão longe de estarem preparadas. Agora, as mudanças vão ser profundas, pois este novo enquadramento regulatório vai alterar significativamente a forma como os dados pessoais são recolhidos e tratados.

A preparação para o RGPD coloca às organizações que processam dados de residentes na EU desafios, que poderão ser agrupados em cinco grandes categorias que é importante compreender.

Leia o artigo completo clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome