COMPARTILHAR

Fonte: TechTudo

Celulares com sistema Android gravaram, desde o começo de 2017, dados de localização coletados pelo GPS do smartphone mesmo sem o consentimento do usuário. O Google confirmou ao portal americano Quartz que vem monitorando smartphones há 11 meses para supostamente melhorar o serviço de entrega de mensagens.

Os dados eram obtidos por meio das torres de transmissão, que permitiam encontrar a posição do dispositivo no mapa. Em nota, o gigante da internet disse que nunca chegou a usar essas informações. O Google também alegou que o rastreamento sem consentimento foi encerrado neste mês de novembro.

Leia a matéria completa clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome