COMPARTILHAR

Fonte: UOL

My Friend Cayla (‘minha amiga Cayla’), uma boneca com cabelos loiros até a cintura que fala e responde às perguntas das crianças, foi pensada para trazer alegria aos lares. Mas tem algo mais que Cayla pode trazer para dentro das casas: hackers e ladrões de identidade.

No começo deste ano, a Agência Federal de Redes da Alemanha, a agência regulatória do país, classificou Cayla como “um aparato ilegal de espionagem” e recomendou que os pais que tivessem uma a destruíssem. Os varejistas locais receberam a ordem de somente vender a boneca se desativassem sua função de conexão à internet, que é o que também permite a entrada de hackers. E o Conselho do Consumidor da Noruega disse que Cayla era um “brinquedo que não deu certo”.

Leia a matéria completa clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome