COMPARTILHAR

Fonte: TI Inside

Apenas 12% das empresas se consideram prontas para realizar as implementações necessárias para que estejam em conformidade com a norma de privacidade dos dados ( GDPR) da União Europeia. A regulamentação passa a vigorar em 25 maio de 2018, mas a pesquisa revela que as empresas terão dificuldades para atender à totalidade dos requisitos.

Segundo o levantamento, outros 11% das organizações consideram entender o que constituem os dados pessoais sob sua propriedade, e 9% acreditam que podem tornar anônimos seus dados quando necessário. Nesta linha, 8% consideram serem capazes de coletar e transferir dados para outra organização a pedido de um indivíduo.

Outro aspecto crítico com relação ao gerenciamento de dados pessoais em termos do GDPR é o chamado “direito ao esquecimento”. A pesquisa da Commvault revelou que apenas 16% das organizações entrevistadas consideram-se prontas para encontrar rapidamente dados relacionados a indivíduos específicos. Outros 36% disseram que demorariam horas para levantar tais dados; 25% afirmaram que levariam dias; 18% precisariam de semanas e 5% admitiram que não teriam condições de encontrar esses dados, tornando o cumprimento ao GDPR e o “direito ao esquecimento” ineficazes.

Clique aqui e leia a matéria completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome