COMPARTILHAR

Fonte: G1

Quem cria um perfil na rede social aceita automaticamente uma série de cláusulas e configurações pré-definidas. Segundo uma corte de Berlim, várias delas são ilegais no país, como a que obriga a usar nome verdadeiro. O Facebook viola leis de proteção de dados do consumidor na Alemanha com configurações pré-definidas e algumas de suas condições de uso, determinou um tribunal alemão em decisão divulgada nesta segunda-feira (12).

Segundo a decisão da corte de Berlim, que ainda não é legalmente vinculante, a plataforma precisa alterar configurações pré-definidas de seus serviços na Alemanha e não pode mais obrigar os usuários a se registrarem com seus nomes verdadeiros.

Leia a matéria completa clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome