COMPARTILHAR

Fonte: Observador

A Apple vai passar a alojar as contas de iCloud dos utilizadores que residem na China num novo centro de dados em território chinês a partir do final de fevereiro, permitindo que as autoridades chinesas tenham mais controlo sobre o conteúdo das comunicações dos utilizadores, avança a agência Reuters.

A decisão está a alarmar as organizações que lutam pelos direitos humanos no país, que estão preocupadas com a possibilidade de o regime comunista de Xi Jinping usar as informações da iCloud para identificar e perseguir dissidentes.

Leia a matéria completa clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome