COMPARTILHAR

Fonte: Eco (Portugal)

A entrada em vigor das novas regras europeias para a proteção de dados poderá criar uma lacuna na oferta de profissionais de tecnologias de informação, disse à Lusa o presidente da Associação Nacional de DPO (ANDPO), Henrique Necho.

O novo Regulamento Geral sobre Proteção de Dados (RGPD), em vigor a partir de 25 de maio de 2018, vai exigir que empresas públicas e privadas da União Europeia que lidem com o tratamento, ou armazenamento, de dados pessoais passem a integrar a função do ‘Data Protection Officer’ (DPO), ou operacional de proteção de dados, sob pena de coimas que podem chegar aos 20 milhões de euros, ou 4% do volume de negócios anual global das empresas.

Leia a matéria completa clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome