COMPARTILHAR

Fonte: Convergência Digital

O governo vai reforçar limitações ao uso da computação em nuvem pelos órgãos públicos. Uma nova versão da Norma Complementar 14, do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações (DSIC), já pronta, impede o uso da ‘nuvem’ para informações classificadas. E exige que fiquem em território nacional dados gerados e geridos pelo governo.

“Temos duas novidades essenciais. Primeiro a parte de classificação de dados. Nenhum dado que possui classificação, consoante à LAI, de ultrassecreto, secreto ou reservado pode ir para nuvem. Os outros dados ficam na decisão do gestor mais alto na sua esfera. O segundo pilar é que os dados produzidos pelo Estado, sob gestão do Estado, devem ficar armazenados em território nacional”, explica o diretor do DSIC, coronel Arthur Pereira Sabbat, que participou de debate sobre o tema durante o 3º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios.

Assistam a entrevista com o diretor do DSIC, coronel Arthur Pereira Sabbat

Clique aqui para ler a matéria completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome