COMPARTILHAR

Fonte: Exame

Na primeira entrevista após o escândalo da Cambridge Analytica para o canal CNN, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, reconheceu que sua empresa — e outras plataformas similares — está aberta a uma regulação do governo dos Estados Unidos. “Eu acho que a questão é mais sobre qual é a regulação correta, em vez de ser sobre se devemos ou não ser regulados”, disse Zuckerberg. “Há coisas como a regulação da transparência dos anúncios, que eu adoraria ver. Se você observar a quantidade de regulamentações sobre publicidade na TV e na mídia impressa, então não está claro por que deveria haver menos na internet.” No momento em que a empresa está sob ataque, a fala marca uma mudança na posição de Zuckerberg — e, mesmo assim, ainda precisa ser vista com cuidado.

Leia a matéria completa clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome