COMPARTILHAR

Fonte: G1

O governador Márcio França (PSB) determinou a revogação da portaria da Imprensa Oficial que possibilitava empresas a se credenciarem para contratar o serviço de certificação online de identidade de indivíduos com base em dados biográficos e impressão digital. O Sistema de Dados Biométricos foi lançado em março durante a gestão de Geraldo Alckmin (PSDB).

Márcio França negou nesta quarta-feira (13) que o governo paulista faça a venda de informações sigilosas de identificação da população incluídas no cadastro do RG, como a digital, para empresas. Em entrevista em Santos, no entanto, o governador não descartou a possibilidade de o sistema ser usado por particulares.

Como funcionaria o sistema

  • No Sistema Estadual de Coleta e Identificação Eletrônica, a empresa que contrata o serviço de certificação on-line registra dados do indivíduo e faz a coleta de sua impressão digital.
  • As informações são comparadas com a base de dados da Imprensa Oficial do Estado (Imesp) com as impressões digitais oficias das pessoas registradas nos cartórios do estado.
  • Em seguida, a empresa encaminha as informações à Imesp para consulta sobre a identidade do indivíduo.
  • As respostas podem ser ‘confirmado’ ou ‘Não é possível confirmar’.
  • Se o sistema não confirmar os dados, a empresa pode fazer nova consulta.
  • Segundo o governo, a empresa não tem acesso à base de dados.

Clique aqui e leia a matéria completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome