COMPARTILHAR

Fonte: Convergência Digital

Os únicos que não querem a Lei de Dados Pessoais no Brasil são aqueles que usam os dados de forma incorreta, afirma Rodrigo Abreu, presidente da Quod, empresa criada pelos cinco maiores bancos do País com foco na gestão de dados do Cadastro Positivo, que começou a operar oficialmente no dia 11 de junho.

Em entrevista à CDTV do Convergência Digital, durante o Ciab 2018, realizado de 12 a 14 de junho, em São Paulo, Rodrigo Abreu disse que o uso dos dados tem de ser transparente e trazer benefícios para todo o ecossistema. Ele explicou que a proposta da Quod é usar big data, inteligência artificial e muita tecnologia para aperfeiçoar a tomada de decisão na concessão de crédito.

Abreu foi taxativo ao falar que o Cadastro Positivo não conflita com a Lei de Dados Pessoais e sustentou que o Cadastro Positivo vai beneficiar quem é bom pagador. “A taxa de inadimplência no Brasil é muito alta, está em 3,8%. Se compararmos com o México, a deles está em 2%”, sinalizou.

Clique aqui e leia a matéria completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome