COMPARTILHAR

Fonte: Tiinside

Depois de analisar os 100 principais aplicativos gratuitos no Google Play e na Apple Store, a Symantec descobriu que muitos deles podem solicitar permissões arriscadas ou acesso excessivo a informações pessoais do usuário. Por exemplo: 45% dos aplicativos Android mais populares e 25% dos aplicativos iOS mais populares solicitam rastreamento de local.

Quarenta e seis porcento dos aplicativos Android populares e 25% dos aplicativos iOS populares solicitam acessar a câmera do seu dispositivo.

Alguns aplicativos Android até pedem para acessar mensagens SMS (15%) e registros de chamadas telefônicas (10%).

Outros aplicativos empregam práticas de segurança e privacidade muito precárias, solicitando permissões arriscadas, e ainda não possuem nenhum tipo de política de privacidade.

O usuário médio de smartphones atualmente tem entre 60 e 90 aplicativos em seus aparelhos. A maioria desses dispositivos pode querer saber seu nome, seu endereço de e-mail ou seu endereço residencial ou comercial. Mas, como os smartphones são muito poderosos, também podem obter um pouco mais do que isso, como a sua localização exata. Alguns aplicativos até solicitam acesso à câmera ou ao microfone do dispositivo.

Clique aqui e leia a matéria completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome